Diagnóstico precoce do Alzheimer

Postado em Atualizado em

FOTO: WIKIMEDIA COMMONS
FOTO: WIKIMEDIA COMMONS

Cientistas do Centro Japonês de Geriátricos e Gerontologia em parceria com a Shimadzu (em português), liderados por Koichi Tanaka (em inglês), ganhador do Prêmio Nobel de Química em 2002, confirmaram a eficácia de uma nova técnica para o diagnóstico do Alzheimer em estágios iniciais.

A técnica desenvolvida por Tanaka em 2013 elimina a necessidade dos complexos exames de Tomografia por Emissão de Positrones (PET) e extração de líquido cefalorraquídeo que podem ser dolorosos aos pacientes.

A equipe confirmou, com pesquisa realizada com 62 idosos, que os pacientes com Alzheimer começam a apresentar acúmulo da proteína beta-amilóide no sangue até 10 anos dos sintomas aparecerem.

O exame desenvolvido por Tanaka pode ser realizado em consultas médicas rotineiras proporcionando um diagnóstico precoce.

Fonte: Revista Galileu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s