Dicionário Audiovisual – Ganância

Postado em Atualizado em

“Não há limites para a estupidez humana”. Ela já foi tipificada em vícios e até pecados. Independente da religião, a ganância é um vício humano que trás consequências graves, como as externalidades do consumismo desenfreado (ver “De onde veio?“).

Não é tão simples definir vícios, até porque eles geralmente são extremos de uma virtude correspondente, podendo ser analisados como a total ausência de tal virtude. Generalizando, o vício e a virtude são opostos, salvo para quem concorde com Aristóteles que a virtude está no meio. O caminho virtuoso está no equilíbrio entre seus vícios e virtudes, e não se engane, não há ser humano totalmente livre de vícios, por mais que o indivíduo busque sê-lo (não entrarei aqui nesta discussão).

A estupidez pode ser vista como o oposto da racionalidade. “O homem é animal racional”. Se não fosse também irracional ou emocional ou intuitivo, então talvez não fosse tão criativo. O homem é um ser complexo e deve ser celebrado em sua totalidade.

#Fatobom  perceber que também não há limites para criatividade humana. A tecnologia e as técnicas são resultado da criatividade e inventividade humana,  levando a inovações como o cinema e até a internet.  Mas a criatividade humana é tão mais poderosa que ela é capaz de criar conteúdo e conhecimento.

Celebrando a criatividade, cinema e Internet, que possibilitaram o vídeo que recebi hoje, inauguramos a categoria “VÍdeodiCionárIO“. O primeiro vídeo, traz a imagem da “ganância”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s