amor próprio

Gentileza Policial

Postado em Atualizado em

Esta semana fomos abordados em uma blitz e, com autoridade e cordialidade, fomos orientados por um soldado da PM-BA. Ser parado e orientado com gentileza pela Policia Militar é #fatoBom. Nem sempre os agentes do dever agem com a devida cordialidade, mas isso não pode ser considerado a regra. 
 
É preciso resgatar a percepção que somos todos seres humanos. Você pode pensar que foram eles que esqueceram disto, mas na verdade muitos de nós já nos esquecemos que eles sāo alguns de nós que dedicam a vida para proteger e servir.
 
Tratar o Policial com o respeito e cordialidade devidos, na maioria das vezes, significa ser tratado do mesmo modo. Gentileza gerando gentileza é #fatoBom.
 
 

Aprendizado à Distância

Postado em Atualizado em

  O conhecimento aplicado pode nos ajudar a resolver diversos problemas do nosso dia a dia, mas muitas vezes estarmos tão perdidos na correira diária que não conseguimos dar atenção à busca deste conhecimento. Além do aspecto do tempo, buscar este conhecimento nas melhores escolas ou universidades pode não estar ao alcance de muitos, seja pela condição econômica ou até mesmo por não atender aos requisitos para a matrícula.
  Uma pílula de conhecimento pode ser passada neste #fatoBom: o aprendizado à distância evoluiu muito nos últimos anos, com a disponibilização de conteúdos em diversas plataformas e com a participação de grandes instituições de ensino e pesquisa. Nesta modalidade de aprendizado o momento é controlado por você, permitindo que dedique o tempo que conseguir disponibilizar por dia. O custo é virtualmente zero, na maioria das vezes seu tempo e conexão com a internet. Os pré-requisitos são indicados, mas não mandatórios e você pode supri-los aos poucos.
  Abaixo alguns links, boa parte está em inglês. mas é só acionar a legenda do Youtube. Não se restrinja aos links abaixo, o conhecimento é um oceano esperando você para mergulhá-lo!
Khan Academy Brasil: https://pt.khanacademy.org/
EDX Open Courses: https://www.edx.org/
Estes são apenas alguns exemplos, existem muitos mais e isso é um #fatoBom.

Movimento pelo amor próprio

Postado em Atualizado em

Body Image Movement

Em 2012 a australiana Taryn Brumfitt, mãe de 3 filhos, estava com uma cirurgia plástica marcada quando teve uma epifania.

Como irei ensinar minha filha a amar seu corpo? Como irei encorajá-la a aceitar e amar seu corpo quando eu mesma estou prestes a enfrentar uma cirurgia para modificar meu próprio corpo? Que tipo de mãe hipócrita eu seria?

Surgiu então o  Body Image Movement com a missão de redefinir os ideais de beleza, encorajar mulheres a se aceitarem e falarem de seus corpos de maneira positiva com a priorização da saúde sobre a beleza.

Na página do movimento (em inglês) existem informações de como participar e ajudar. Vale a visita, definitivamente um #fatoBom.

Manifesto de Criação

Postado em Atualizado em

  Uma propaganda antiga já perguntava “vai continuar, ou vai desistir?” Até mesmo de forma inconsciente, quantas vezes nos fazemos esta mesma pergunta? Vamos continuar sendo corretos, com tantos corruptos “se dando bem”? Vamos continuar acreditando na política, na polícia, no patrão, etc? Vamos continuar acreditando no outro? Vamos continuar dando duro, podendo morrer brutalmente vítimas da violência urbana?

   No fundo estas perguntas são fruto de uma das mais básicas reações fisiológicas, a descarga de adrenalina que nos leva a um questão crucial, fugir ou enfrentar.

Esta decisão é tomada em um nível inconsciente, afinal se você parar para pensar se correr o bicho pega ou se ficar o bicho vence, você já perdeu. Este nível inconsciente da decisão leva muitos à deserção, mesmo que racionalmente aquele indivíduo tenha um rigor moral que o diga para continuar e enfrentar a situação.

     Muitas vezes o que é transmitido para você influencia de forma definitiva esta decisão. Como exemplo, imagine que um navio enfrenta uma tempestade e todos acreditarem que ele vai afundar, então todos correrão desesperados para os botes e ninguém ficará para evitar que ele afunde. Em outras palavras, quem detém a informação, detém o poder de gerar pânico ou de evitar que o navio afunde.

   Ter informações precisas e adequadas não significa negar a tempestade, nem ignorar o grau de inclinação de um navio, significa saber o que está ocorrendo de forma clara e sem derrotismos, algo como “pode continuar bombeando água que a inclinação não está piorando”. Num navio a informação é relativamente bem controlada pelo capitão, mas no dia a dia não fica tão claro quem está no comando e se tem alguém se beneficiando com o afundamento do nosso navio.

Vivemos um turbilhão de notícias ruins, o tempo todo, tornando nossa realidade uma tempestade e nossa vida um grande stress. Nessa situação o grau de confiança no outro e nas instituições leva a ser racional a deserção, ou seja, até mesmo os de grande rigor moral correm para os botes. É preciso olhar para frente, enxergar o farol que desponta no horizonte. Apontar na direção do farol é papel deste movimento, ser um farol para quem busca também.

Buscar e mostrar boas notícias, #fatoBom a cada dia, um farol de luz na nossa tempestade. Mostrar o que há de bom ao nosso redor, elevar a estima dos membros de diversas instituições que realizam um trabalho muitas vezes invisível. Estamos aqui para ajudá-lo a ver o farol, precisamos de você para nos municiar com notícias relevantes em sua área de atuação. Espalhe este #fatoBom!