esperança

O Filho Que Eu Quero Ter

Postado em Atualizado em

Nada mais dá esperança que uma criança.
A espera pelo filho que ainda não nasceu.
Ver o filho crescer, ser esperança para ele.
No seu legado, a imortalidade do ciclo da vida.
E quem sabe ser avó, prêmio aos bons pais.

Ps: Recomendamos clicar no vídeo abaixo para ouvir a música enquanto lê o texto do música em prosa.

https://youtu.be/CjUWxCCqWAw

musicaemprosa

Vinícius de Moraes, quando conta a história de como foi feita “O Filho que eu quero ter”, adjetiva como, ao mesmo tempo, “linda” e “patética”. Isso porque  na praia de Boa Viagem, no Recife, Toquinho contou a Vinícius sobre seu desejo de ter um filho. Experiente no assunto, o poeta respondeu algo como “Vai nessa! Dá trabalho, mas é muito bom.”

Resultado de imagem para toquinho e vinicius praia

Toquinho, então, mostrou-lhe uma melodia que havia composto inspirado naquele desejo, com uma levada típica de cantigas de ninar. Foi à praia e deixou o parceiro a embalar a música recém-composta.

Ao que consta, Vinicius emocionou-se ao escrever a letra. No fim da tarde, quando Toquinho retornou, o encontrou em prantos, com a letra da música nas mãos.

Percebe-se os três pedaços da música: No primeiro, o nascimento, o sonho e o amor de se ter um filho; a segunda parte, ao vê-lo crescer, ao perguntar um “porquê que não tem fim“, mas…

Ver o post original 336 mais palavras

Vida longa ao espírito justo.

Postado em Atualizado em

Esperança é a primeira que vai, ou a última?

Do ponto de vista de ser feliz esta visão interfere, visto que quem não espera menos sente, mas me nego a aceitar a realidade onde ser insensível ao outro seja nosso cenário evolutivo.

Nosso futuro será como dos marcianos de Marte ataca? Travestidos num sorriso e de armas em punho? Escolho acreditar que não.

É necessário agir como uma sociedade mais justa, mesmo num circulo pequeno.

Sim, o correto tem dificuldade de sobreviver ao escroto como indivíduo, no entanto, um cluster de corretos é mais forte que um amálgama de escrotos.

Ser gregário talvez tenha sido a grande evolução, compartilhada por diversos mamíferos, esquecida por boa parte dos homens.

Felizmente é a excessão que faz evolução, não a regra. Seja excessão, seja correto, tenha esperança, trabalhe para construir o futuro.

Share the Load

Postado em

Mudar o mundo com uma máquina de lavar e sabão?  Sim é possível.

Responsabilidade Social inteligente resulta mudança e, porque não, lucro. Parabéns Ariel! #sharetheload.

Acordar é #fatobom

Postado em Atualizado em

A quantidade de bom dia que recebemos via redes sociais às vezes nos faz esquecer o quanto “Bom dia!” significa. Às vezes damos bom dia no automático, quase um “dane-se”.

Acordar é um presente, mesmo que uma depressão ou o cansaço venha a te fazer sentir como um fardo. O “bom dia!” com entusiasmo pode iluminar o dia de uma pessoa e lembrá-la de sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Fui apresentado a este vídeo pela Andrea, fundadora do Autonomia, que produziu o Humor Azul (leia aqui). Para ter autonomia há de haver esperança!

Quanto às redes sociais, não vamos banalizar o bom dia, use-o sabiamente!

Dia de Doar

Postado em Atualizado em

image
Obrigado por ter ajudado a Dendê da Serra

Hoje (01/12) é Dia de Doar, o Brasil inteiro vai se mobilizar para promover a cultura de doação e a solidariedade com as organizações!

SAIBA MAIS, AJUDE MAIS, DOE MAIS.

Doe trabalho, tempo, dinheiro ou simplesmente divulgue. O #fatobom também é uma instituição sem fins lucrativos. Divulgue, compartilhe, curta para que mais pessoas leiam.

No mínimo compartilhe este post ou diretamente da http://www.diadedoar.org. Assista o vídeo:

Esperança no desespero

Postado em Atualizado em

image

Ser vítima de uma catástrofe natural,  ou de um abuso,  ou de um acidente severo que leve quase tudo ou tudo o que tem é certamente desesperador.

Ser ajudado por desconhecidos neste momento trás esperança no desespero e este é o trabalho do Fanatical Change Foundation.
Leia o resto deste post »