música

O Filho Que Eu Quero Ter

Postado em Atualizado em

Nada mais dá esperança que uma criança.
A espera pelo filho que ainda não nasceu.
Ver o filho crescer, ser esperança para ele.
No seu legado, a imortalidade do ciclo da vida.
E quem sabe ser avó, prêmio aos bons pais.

Ps: Recomendamos clicar no vídeo abaixo para ouvir a música enquanto lê o texto do música em prosa.

https://youtu.be/CjUWxCCqWAw

musicaemprosa

Vinícius de Moraes, quando conta a história de como foi feita “O Filho que eu quero ter”, adjetiva como, ao mesmo tempo, “linda” e “patética”. Isso porque  na praia de Boa Viagem, no Recife, Toquinho contou a Vinícius sobre seu desejo de ter um filho. Experiente no assunto, o poeta respondeu algo como “Vai nessa! Dá trabalho, mas é muito bom.”

Resultado de imagem para toquinho e vinicius praia

Toquinho, então, mostrou-lhe uma melodia que havia composto inspirado naquele desejo, com uma levada típica de cantigas de ninar. Foi à praia e deixou o parceiro a embalar a música recém-composta.

Ao que consta, Vinicius emocionou-se ao escrever a letra. No fim da tarde, quando Toquinho retornou, o encontrou em prantos, com a letra da música nas mãos.

Percebe-se os três pedaços da música: No primeiro, o nascimento, o sonho e o amor de se ter um filho; a segunda parte, ao vê-lo crescer, ao perguntar um “porquê que não tem fim“, mas…

Ver o post original 336 mais palavras

Te quero água

Postado em Atualizado em

Beba água, não a desperdice.

Educação requer a participação ativa de quem está se educando. Encontrar formas de ensino que estimulem à distância é #fatobom!

Por aqui tentamos fazer isto na categoria VIdeodiCIOnário.

Jovem, talentosa e negra. Nina Simone

Postado em Atualizado em

nina_simone

Nascida Eunice Kathleen Waymon em 1933, negra, mulher e bipolar, ela nada tinha de privilegiada (ver no VIdeodiCIOnário), mas era um gênio e era brilhante. Não conseguiu seguir o piano clássico pelo preconceito da mesma academia que a diplomou por honra em 2003, poucos dias antes de morrer. Adotou então o nome Nina Simone para ganhar a vida em clubes noturnos tocando sem que sua mãe soubesse. Os clubes a forçaram a cantar, o mundo ganhou com isso, mas ela continuou sofrendo.
Leia o resto deste post »

Dramaturgia Clássica

Postado em Atualizado em

Um movimento não tão recente vem trazendo novos adeptos à música clássica e aos instrumentos acústicos.

O uso de técnicas de dramaturgia e peças modernas em mix com clássicos “Salut Salon” desconstrói o formato do quarteto clássico com extrema habilidade nos instrumentos.

“The Piano Guys” e “2Ciellos” também podem ser citados como membros deste movimento, que teve diversos precursores como Vanessa May que buscava esta transgressão e transcendência do clássico ao moderno.

Mix cultural é #fatobom.

Assista Salut Salon.

Assista 2Ciellos

Assista The Piano Guys

Empoderamento e Consciência (ver vídeo)

Postado em Atualizado em

Sei que não se deve começar pedindo desculpas, tem quem nem acredita em desculpas, mas o peço pois sobre o que vou escrever não domino, nem o código (língua portuguesa), nem bem o empoderamento, nem a consciência e muito menos o sentimento de me sentir discriminado. Dito isso, minha ignorância pode gerar sentimentos negativos ou tensão em quem lê, saiba que se ocorrer foi por pura inépcia e não por intenção.

Sei que não se deve fazer o que se pede desculpas, mas escrevo por me sentir livre para me expressar, por empatia e repúdio a toda forma de preconceito, previstas na nossa constituição e salvo engano no código penal. Escrevo pois empoderamento é super #fatoBom e consciência nem se fala.

Escrevo pois o vídeo abaixo da poesia musicada “Me gritaron negra” (Santa Cruz, Victoria Eugenia) me compeliu a escrever, não só pela consciência Negra, mas pela consciência de todos os discriminados. Que este poema inspire a outros se empoderarem do conhecimento e consciência, e a dizer com orgulho: “Motoboy”; “Servente”; “Empregada”; “Gay”, etc (ver obs.), com a mesma beleza e resignificação da palavra NEGRO. Em tempo, a palavra Gay significa alegre.

De todas estas palavras só não posso me dizer “Motoboy” pois nunca nem andei de moto, uma coragem que não tive, no mais:

Me orgulho de ter sido EMPREGADO;

Sempre me orgulhei ao ser chamado de chevalier servant e digo Namastê a quem compreende, serei sempre SERVENTE;

Sou NEGRO, apesar da pele mais clara, sem ideia do percentual no meu sangue vermelho;

Sou GAY, embora Hétero, e não tenho medo que minha alegria mude quem sou.

Sou um mero habitante de passagem efêmera em nosso planeta, um ser HUMANO.

SER HUMANO é #fatoBom!

victoria_video
Vídeo no Youtube

OBS.: Lembrando que o Et Cetera é um pedido de licença a todas as outras “coisas” que deveriam ser listadas numa lista e não foram, no caso minorias descriminadas por qualquer razão, origem, credo,  etc.;

OBS1: Fica registrada a intenção de escrever um artigo sobre Victória Eugênia Santa Cruz, enquanto isso este post fica como homenagem #personalidades. (#fatoBom #escrever);

OBS2: A existência do Et Cetera é #fatoBom.

Feliz dia dos criadores de pássaros!

Postado em Atualizado em

As crianças são fonte de luz e vida, que criamos para chegarem à vida adulta com energia e esperança para fazer transformações que não mais temos energia para fazer. Entendo que era sobre isso que Sócrates falava, ao dizer que os filhos são a eternidade do homem, pois só os deuses são eternos.
Crie seus pássaros para voar, não para ficar embaixo de suas asas. 
Os sonhos são nossas asas, nunca corte as deles.
Livros e músicas alimentam sonhos.
Segue um alpiste:

Coldplay – Paradise (Peponi) African Style (ft. guest artist, Alex Boye) – ThePianoGuys