comunidade

Ajude o Médicos Sem Fronteiras direto do computador!

Postado em

Médicos sem Fronteira

“Médicos Sem Fronteiras (MSF) é uma organização humanitária internacional independente e comprometida em levar ajuda às pessoas que mais precisam sem discriminação de raça, religião ou convicções políticas”.

Agora não tem mais desculpa o Médicos Sem Fronteiras oferece o Voluntário Virtual – plataforma para ajudar na divulgação sobre as necessidades humanitárias de populações negligenciadas para que cheguem cada vez mais longe.

Você pode se cadastrar com e-mail, Facebook ou Google+ e já começar a ajudar. A plataforma exibe as missões que estão disponíveis você escolhe qual deseja a ajudar e começa a espalhar a informação por suas redes sociais.

Eu já me inscrevi e estou na missão 15.000 VIEWS “SETEMBRO 2014 EM FOCO” cujo desafio é conseguir quinze mil visualizações do vídeo abaixo.

Assista você também o vídeo, e faça a sua parte.

 

Exemplo de que honestidade tem vez no Brasil

Postado em Atualizado em

Casa do Caminho

Casa do Caminho é uma entidade que atende 250 crianças e jovens em Poços de Caldas, Minas Gerais, oferecendo creche em período integral e projetos de educação e cultura.

Leia o resto deste post »

Oficina de dança gratuita em Salvador

Postado em

Foto: Jessica Lemos/LabFoto 2014
Foto: Jessica Lemos/LabFoto 2014

O teatro Vila Velha em Salvador através do Viladança esta oferecendo 60 vagas gratuitas para meninos e meninas de 7 a 12 anos.

Leia o resto deste post »

Repense – a importância de pensar

Postado em Atualizado em

Rethink Trisha Prabhu estudante de 14 anos teve seu projeto Rethink (Repense) selecionado como um dos 15 finalistas da Feira de Ciências do Google 2014.

A proposta do Rethink é alertar os jovens (12 a 18 anos) que o texto que estão prestes a compartilhar é potencialmente ofensivo a outros jovens e dar a oportunidade de repensar se deseja mesmo compartilhar a mensagem.

Pesquisas (na página do projeto são listadas todas as fontes) mostram 50% dos adolescentes já sofreram bullying e 10% a 20% deles sofrem bullying regularmenteAlguns desses adolescentes podem não entender as consequências de suas ações, uma vez que o córtex pré-frontal, área do cérebro responsável pelo raciocínio e tomada de decisões, só completa seu desenvolvimento aos 25 anos.

Trisha então teorizou que se os jovens fossem alertados que a mensagem que estão postando pode ser ofensiva, teriam uma chance de repensar a decisão de compartilhar. Para isso ela desenvolveu duas aplicações a Baseline que mediu a quantidade de mensagens ofensivas enviadas sem a existência da mensagem de aviso e o Rethink que mediu o numero de mensagens enviadas mesmo com alerta. Os resultados indicaram que 93% dos jovens desistiram de compartilhar a mensagem após o alerta.

Os testes foram feitos com adolescentes (12 a 18 anos) da escola de Trisha. Foram separados em dois grupos, 150 usando o Baseline e 150 usando o Rethink, 75 mulheres e 75 homens em cada grupoCada jovem participou de 5 testes, gerando 750 testes por sistema, 1500 no total.

No sistema Baseline foram 67,2% das mensagens enviadas foram classificadas como ofensivas. No sistema Rethink 71,07% das mensagens iniciais foram classificadas como ofensivas, após a exibição da mensagem de alerta 93,43% dos adolescentes desistiram de enviar a mensagem.

Trisha quer agora desenvolver um sistema que possa ser utilizado em conjunto com as redes sociais existentes e seja compatível com as redes futuras.

Entendendo as favelas brasileiras

Postado em Atualizado em

Um país chamado Favela
Um país chamado Favela

Renato Meirelles, presidente do Instituto Data Popular e Celso Athayde, ativista e produtor lançam essa semana o livro Um país chamado Favela – A maior pesquisa já Feita sobre a Favela Brasileira (Editora Gente) que analisa os dados da pesquisa Radiografia das Favelas Brasileiras.

Segundo a pesquisa, realizada com 2 mil moradores de 63 favelas na Bahia, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, se  as favelas fossem um estado seria o quinto mais populoso capaz de movimentar 64 bilhões de reais por ano. Leia o resto deste post »

Noruega é uma das maiores doadoras para a preservação da floresta Amazônica

Postado em

Norad

A Noruega liberou nessa segunda (18) um relatório falando que “houve uma queda substancial no desmatamento e emissões no Brasil desde o início da cooperação com a Noruega”.

O relatório foi escrito pela NORAD (Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento) que já destinou ao Fundo Amazônia U$720 milhões desde 2008, o que representa 44% de tudo que a NORAD investiu no período. Entre os objetivos do NORAD estão produzir e aplicar conhecimento sobre a eficácia de medidas, ser um instigador de debates públicos sobre desenvolvimento e desenvolver tecnologia, conhecimento , métodos e líderes capazes de levar o NORAD a resolver tarefas complexas de maneira eficiente.

Em 2008 foi fundado o Fundo Amazônia com o objetivo de captar doações para investimentos em ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento e é gerido pelo BNDES.

O Fundo financia diversos projetos na região que pretendem  treinar mais de vinte mil pessoas de 149 empresas públicas e privadas em aspectos como uso de tecnologias de monitoração para combater o desmatamento ilegal, treinamento de bombeiros para casos de queimadas e práticas de gerenciamento sustentável.

Também financia o desenvolvimento de tecnologias de monitoramento que serão empregadas por todos os países vizinhos com floresta Amazônica.