Meio Ambiente

Energia Pura

Postado em Atualizado em

Projeção de custos da energia solar
Projeção de custos da energia solar

O livro “O Otimista Racional” (veja em #fatobom) diz que uma perspectiva negra de futuro não se concretizaria pois o homem tem a capacidade de antever e mudar este futuro. A SunShot Iniciative parece ser mais uma prova desta afirmação.

Com o objetivo de tornar a energia solar economicamente viável e amplamente utilizada até o final desta década, a SunShot Iniciative tem fomentado investimento e inovação, bem como coordenado ações inter organismos.

O gráfico apresenta de onde se espera que serão reduzidos os custos.

fonte: http://energy.gov/eere/sunshot/sunshot-initiative

 

Mais 27 comunidades quilombolas certificadas

Postado em Atualizado em

palmaresA Fundação Cultural Palmares é uma autarquia do Ministério da Cultura responsável por promover e preservar a cultura afro-brasileira. Leia o resto deste post »

Hidrelétricas podem capturar gases de efeito estufa?

Postado em

UsinaO Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel) estudou 11 usinas hidrelétricas durante 2011 e 2012. Foram envolvidos 108 pesquisadores de 15 instituições.

Leia o resto deste post »

Noruega é uma das maiores doadoras para a preservação da floresta Amazônica

Postado em

Norad

A Noruega liberou nessa segunda (18) um relatório falando que “houve uma queda substancial no desmatamento e emissões no Brasil desde o início da cooperação com a Noruega”.

O relatório foi escrito pela NORAD (Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento) que já destinou ao Fundo Amazônia U$720 milhões desde 2008, o que representa 44% de tudo que a NORAD investiu no período. Entre os objetivos do NORAD estão produzir e aplicar conhecimento sobre a eficácia de medidas, ser um instigador de debates públicos sobre desenvolvimento e desenvolver tecnologia, conhecimento , métodos e líderes capazes de levar o NORAD a resolver tarefas complexas de maneira eficiente.

Em 2008 foi fundado o Fundo Amazônia com o objetivo de captar doações para investimentos em ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento e é gerido pelo BNDES.

O Fundo financia diversos projetos na região que pretendem  treinar mais de vinte mil pessoas de 149 empresas públicas e privadas em aspectos como uso de tecnologias de monitoração para combater o desmatamento ilegal, treinamento de bombeiros para casos de queimadas e práticas de gerenciamento sustentável.

Também financia o desenvolvimento de tecnologias de monitoramento que serão empregadas por todos os países vizinhos com floresta Amazônica.